Santa Catarina, Brasil

© 2020 by Calm Tech ®

O Fantástico Mundo da Internet das Coisas

Atualizado: 17 de Out de 2019

Venha conhecer o fantástico mundo onde os seus eletrodomésticos são inteligentes e estão prontas para te servir (e conspirar contra você)!


No final do próximo ano, segundo a Cisco, 50 bilhões de dispositivos vão estar conectados à Internet. A minoria deste número serão de computadores de mesa e notebooks. Os temerosos dispositivos móveis (como celulares, por exemplo) ainda representarão uma fatia enorme. Mas é uma parcela crescente deste número que deve nos deixar apavorados: os dispositivos de IoT ou Internet das Coisas. Se no post passado eu comentei que os nossos smartphones ameaçam nos transformar em zumbis, agora o perigo é um pouco mais sério: sermos extintos da face da Terra.


Mas o que é Internet das Coisas?

Imagine um eletrodoméstico na sua casa. Pode ser um fogão, uma geladeira, um microondas. Já pensou se quando você chegasse perto destes equipamentos eles dissessem "Oi" para você e perguntasse "O que você quer que eles façam?". Imaginou? Bem, isto é Internet das Coisas. 


Mas o que isto tem a ver com Internet?


Tudo. Boa parte da memória e da inteligência destes dispositivos está na nuvem. A nuvem não é o elefante e o carneirinho que você vê no céu. Pense na nuvem como uma infraestrutura na internet com computadores poderosos e com grande capacidade de armazenar informação. 


Mas se tudo é tão lindo, o que devo temer?

Você deve estar pensando em como tudo isto é fantástico. E você está certo, é incrível que o seu fogão possa perguntar para a sua geladeira se tem bife para o almoço hoje. Boa parte dos créditos vão para os avanços no uso da inteligência artificial. Esta tecnologia é a que faz o fogão perguntar a geladeira e não a TV pelo bife.


Este meio ambiente formado pela conectividade com a Internet, a capacidade de se comunicarem entre si e a inteligência artificial embarcada nas soluções pode acabar criando uma consciência coletiva entre os dispositivos, com alguns efeitos colaterais indesejados. Vejamos:


Imagine no futuro poder bater um bom papo com a sua geladeira.

Primeiro efeito, os dispositivos podem querer nos manipular para que consumamos todo o nosso dinheiro. A geladeira pode encomendar dúzias daquele queijo caríssimo importado da Birmânia, além de quilos e quilos de caviar e Kobe Beef para aquele jantar a dois que você vai ter no sábado a noite, que ela sabe que você vai ter porque tem acesso a sua agenda do Google. Completamente imerso em dívidas, só lhe restaria fugir para as colinas e viver em meio a natureza. Como você morreria em poucos dias se fizesse isso, você prefere ficar em casa.


Segundo efeito, os dispositivos podem tentar nos enlouquecer com um infinito número de notificações durante o dia. O seu microondas pode apitar centenas de vezes para mostrar a você as ofertas do dia em dezenas de supermercados. O fogão pode te notificar das últimas dezenas de receitas que aprendeu na sua última atualização. A TV pode mostrar dezenas de opções de pacotes caríssimos para o caribe e a Europa (acho que ela já faz isso!). A máquina lava e seca pode te notificar dos últimos lançamentos de meias e cuecas em Xangai, Moscou e dezenas de outras cidades do cenário fashion mundial.


Finalmente, como terceiro efeito, depois de tirar todo o seu dinheiro e te enlouquecer, todos os dispositivos da sua casa vão se unir para te matar. Isso mesmo. Um crime de assassinato. Te aniquilar vai ser fácil. É só travar as portas e as janelas e abrir a válvula de gás durante a madrugada. Cabum! É o seu fim. 


Mas este post não é para você ficar apavorado. De forma alguma. Até porque será inevitável você deixar de comprar aquele microondas de última geração, com tela grande e que fala com você. Não dá para viver sem um, não é mesmo?


Não deixe de se registrar gratuitamente no nosso blog clicando no botão "Login/Registre-se"!